quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

O que é psicanálise integrativa ?


A Psicanálise é uma teoria criada por Sigmund Freud, que tem muitas ferramentas, parâmetros e objetivos, todos já muito estudados pelos acadêmicos e pesquisadores, na sua maioria psicólogos e psiquiatras. Embora Freud tenha dito expressamente que era contra médicos serem psicanalistas.

No Brasil, assim como no mundo todo, a profissão de PSICANALISTA não é regulamentada. E há uma corrente mundial que é CONTRA a regulamentação através de lei da prática psicanalítica. Existem teses a favor e contra a regulamentação. Mas aqui neste blog não entraremos neste mérito. Senão apenas para mostrar que a falta de regulamentação causa um enorme problema para os VERDADEIROS PSICANALISTAS.

Estou tocando no assunto da PSICANÁLISE INTEGRATIVA.

O QUE É PSICANÁLISE INTEGRATIVA ?

O que consta na internet, e somente nela, é que trata-se de uma junção de muitas coisas separadas, técnicas de terapias naturais, cura espiritual, baralho cigano, quiromancia, regressão a vidas passadas, e... PSICANÁLISE !

Alguém, não se sabe ao certo quem, acordou um dia pela manhã e pensou: Vou criar uma psicanálise própria !

Pegou uma meia dúzia de livros de Freud (até porque se tivesse lido a obra completa talvez não tivesse feito tamanha maluquice), mais um ou outro livro de Reich, Lacan e Jung, e voilá ! Estava "criada" a tal psicanálise integrativa.

Chamam de integrativa pois misturam tudo numa panela, mexem bem, e apenas dão o NOME de PSICANÁLISE INTEGRATIVA.

Poderia na verdade chamar-se PSICANÁLISE DESINTEGRATIVA visto que de psicanálise não tem absolutamente nada... 

Como nenhuma sociedade de psicanálise séria no Brasil reconheceu a tal invenção, que está mais para um estelionato, tiveram mais uma ideia: criar uma sociedade própria, que reconhece a si mesma ! 

E então inventaram a tal SOCIEDADE BRASILEIRA DE PSICANÁLISE INTEGRATIVA ! Também chamada pela alcunha de SBPI. Um nome bem bonitinho... que consegue convencer até mesmo graduados e pós-graduados nas mais diversas áreas.

Detalhe: esta pseudo-sociedade NÃO TEM RECONHECIMENTO DE NENHUMA OUTRA ENTIDADE SÉRIA NO BRASIL.

Existem cinco ou seis sociedades psicanalíticas no Brasil extremamente sérias, algumas inclusive ligadas a núcleos acadêmicos da USP, PUC, UFRJ, UFBA, UNB, e várias outras Universidades.

Um curso de REFERÊNCIA em psicanálise na capital de São Paulo é o do SEDES SAPIENTIAE por exemplo... que por motivos políticos ainda não foi reconhecido pelo Conselho Regional de Psicologia. Mas poderia, tendo em vista seu excelente curso de formação.

Mas enfim... a SBPI que se intitula uma sociedade psicanalítica, congrega psicanalistas... e também quem não é psicanalista !

Então... começa-se a perceber a enorme MARACUTAIA QUE É A SBPI : uma escolinha de cursos de psicanálise que VENDE CURSOS ATRAVÉS DE FRANQUIA para qualquer bobo que queira um título de PSICANALISTA.

No site deles verifica-se CURSOS À DISTÂNCIA. Como se a psicanálise pudesse ser ensinada a distância.

Encontra-se também supostos psicanalistas que também fazem leitura de mãos, regressão a vidas passadas, astrologia, tarot, vidência e baralho cigano. Pasmem ! De todas as "técnicas" citadas acima, a psicanálise é a mais barata ! 

Enfim... este blog tem a função de DESMASCARAR o que de fato é a psicanálise integrativa. Que na verdade não existe.

Se você é psicanalista, tem formação em psicanálise, ou é um estudioso do assunto, convido você a entrar no site da SBPI e então tirar suas próprias conclusões:


www.sbpi.org.br

E quando tiver sua opinião formada, poste seus comentários aqui.


Assinado:

Pega-Picaretas.

5 comentários:

  1. Muito bem! Vendo o site da SBPI, posso ter uma ideia de quem eles são. Mas não posso ter a mínima ideia de que é você! Então, agora, fiquei com mais vontade de fazer um dos cursos da referida sociedade!!!...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Sabe o que ocorre? As pessoas se agarram tanto a um padrão que se esquecem que até este padrão que elas têm como verdade suprema e inviolável, nasceu da junção de saberes de outras pessoas que misturaram biologia, medicina, sociologia, religião, filosofia, como é o caso da própria PSICANÁLISE. Então pelo amor de Deus, o Brasil é um País laico que valoriza a liberdade de pensamento e produção de saberes, aqui as pessoas têm o direito de criar novos conceitos e padrões de pensamento, e estes, certamente irão agradar a uns e desagradar a outros, como ocorreu e continua a ocorrer até hoje com a Psicanálise Freudiana. Sou Psicólogo, Psicanalista com formação Psicanalítica, Pós-Graduado em Psicanálise, Professor Universitário, nunca fiz nenhum curso sequer na SBPI, mas acho que ao invés de criticá-los, deveria investir seu tempo em criar algo útil, algo novo... algo que contribua com a sociedade, afinal, essa é a razão de existirmos.

    ResponderExcluir
  4. A princípio achei o comentário extremamente válido, coerente, oportuno e elucidativo. Teria mantido o mesmo ponto de vista, não fosse o fato do autor não se apresentar, não responder às msgs enviadas, enfim: não parecer suportar a própria tese. É possível, sim, que o que foi dito sobre a SBPI (que,na prática, não conheço) tenha real fundamento e que o texto postado seja um conselho válido, ainda que gratuito. Sugiro, então, que caso "Freud, masculino" queira realmente contribuir com a sociedade em geral e com os interessados em psicanálise, em particular, institua no blog um debate entre membros da SBPI e profissionais de outras escolas. A verdade se evidenciaria por si.

    ResponderExcluir
  5. O psicanalista é o profissional que possui uma formação em psicanálise, método terapêutico criado pelo médico austríaco Sigmund Freud, que consiste na interpretação dos conteúdos inconscientes de palavras, ações e produções imaginárias de uma pessoa, baseado nas associações livres e na transferência. Para as instituições formadoras, o psicanalista pode ter formação em diferentes áreas de ensino superior.
    A Constituição Brasileira assegura o exercício livre de qualquer atividade profissional, no território brasileiro, desde que a referida profissão não seja regulamentada por Lei.
    No seu artigo “A questão da Análise Leiga” (1925), Freud defendeu a prática da psicanálise, por leigos, ou seja, não médicos ou de formação em saúde. Defendeu também, ao longo de sua vida, a formação do psicanalista enquanto um processo extra acadêmico, levando em conta o requisito essencial do processo de análise pessoal, onde então, o aspirante a psicanalista aprenderia a trabalhar através da vivência de vínculo transferencial e contra transferencial, onde também se prepararia para lidar com seu paciente, isolando elementos psíquicos de si próprio. A esse processo, chamamos de “Formação didata por sucessão Freudiana”. Desde então, as grandes sociedades psicanalíticas e escolas derivadas do ensinamento Freudiano, a exemplo das sociedades da época, convergiram seus esforços com objetivo de manter o modelo de formação original.
    No Brasil e no Mundo a psicanálise é exercida livremente e não é uma profissão regulamentada. Sendo assim, é uma profissão livre, reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (CBO - código 2515.50), amparada pelo Decreto nº 2.208 de 17/04/1997, que estabelece Diretrizes e Bases da Educação Nacional e pela Constituição Federal nos artigos 5º incisos II e XIII. Repisando: pode ser exercida em todo o País.
    Há uma grande necessidade de psicanalistas para orientar as pessoas na solução de seus problemas existenciais, tais como: fobias, ansiedades, depressões, obsessões, impulsos auto e heteroagressivos, angústias e crises de toda ordem. O profissional de Psicanálise ajudará a sociedade a ficar mais humana.

    A SBPI é uma entidade séria e seus Diretores estão em constante trabalho junto a Órgãos Públicos para tornar legal sua atuação , assim como seus formandos.

    Estranho é alguém que não se apresenta, não se mostra abertamente, queira julgar uma instituição séria como a SBPI

    ResponderExcluir